Por que Direito Digital deve ser um assunto das escolas?

Por que Direito Digital deve ser um assunto das escolas?

Há uma máxima que deve ir além dos anúncios publicitários: a de que escola prepara para a vida. Em que pese toda a crítica ao atual modelo de ensino e as novas formas de aprendizagem, mudou também a nossa forma como lidar com o conhecimento e é inegável que a internet mostra-se como um grande vetor para essa mudança de paradigmas. A democratização do acesso à rede – que não é mais “mundial de computadores”, e sim de Indivíduos -, e a expansão das ferramentas de tecnologia trouxeram ganhos expressivos aos seus usuários, tais como, facilidade para realizar compras, maior agilidade nas transações bancárias, versatilidade na forma de consumir entretenimento e, em especial, a capacidade de nos relacionarmos com a sociedade.

Apesar dos recentes e constantes avanços da tecnologia, a utilização indevida dessas novas ferramentas está nos mostrando horizontes desafiadores, principalmente porque os conceitos que transcendem o mundo virtual estão ainda em desenvolvimento. A velocidade de transmissão exige também uma tomada rápida de decisão, até porque a própria forma como o tempo funciona difere do mundo real e do mundo virtual. O filósofo Hans Jonas (2006), por ilustração, em seu livro “Princípio Responsabilidade”, diz que essa tomada do poder da tecnologia exige novas representações da vida humana e numa nova ética, baseada não na culpa, como antigamente, mas no Princípio Responsabilidade. É um excelente livro, a propósito, para quem quer qualificar os questionamentos sobre quem somos enquanto sociedade hoje.

Neste cenário, é comum observamos a propagação de comentários negativos a respeito do uso da tecnologia e da internet, mas os argumentos saudosistas de que “no meu tempo era melhor” não dão mais conta hoje. É preciso falar sobre os riscos, direitos, deveres e responsabilidades de um cidadão na internet. Voltando à pergunta que inspirou este artigo, falar sobre Direito Digital na escola é importante porque é uma forma de preparar os adolescentes, que já são praticamente imbricados com seus aparelhos e redes sociais, para essa nova realidade. Além disso, é justamente na escola que se dá início ao mais intenso processo de socialização do indivíduo. E não se trata mais de uma questão de opção discutir sobre isso, afinal, vivemos uma sociedade tecnocientífica.

Foi justamente pensando nessas questões, e acompanhando a cada dia as novidades que me fazem questionar onde vamos chegar – ou “o céu é limite”, como reza o slogan do Google -, que idealizei compartilhar um pouco do meu conhecimento a respeito dessa área, que tanto me interessa, através de palestras, dadas de forma voluntária, em escolas e outros institutos educacionais, através do Projeto Acesso. Também pretendo usar esse blog e minhas redes sociais para debater mais sobre o tema, discutir algumas novidades e, sobretudo, levantar questionamentos sobre os impactos da tecnologia e da ciência no Direito.

Direito Digital nas Escolas

Confira o release deste programa e quais abordagens são levantadas durante a atividade. Caso seja necessário, é possível também adaptar a apresentação para algum problema específico vivenciado na escola e que envolva meios digitais.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário